O que e acima de tudo quem está por trás do projeto Platónika?

,

Quem, o quê, como PLATONIKA?

Nós conhecemos nosso Projeto Platónika agora leva um pouco mais de tempo do que o esperado.

Mas continuamos a trabalhar duro nos bastidores. E usei o projeto para fazer alguns tutoriais de SC para você.

Devido a várias perguntas sobre quem é Maryzabel e como ela veio até nós, Alex colocou Lanz no sofá para uma entrevista Scooter Center perguntou.

Assim como cada Vespa tem sua história, cada motorista de Vespa e, claro, os homens também têm sua própria história. E uma coisa sempre te interessa: como você chegou à Vespa? E por que, entre todas as coisas, andar de scooter. E então fica claro que pode ser a Vespa que nos une. E que isso é mais importante e mais forte do que as coisas que poderiam nos separar.

Embora quem nos segue aqui no blog ou em outros canais já saiba algo sobre mim, cumprimos o desejo de contar um pouco mais sobre mim e a Vespa e também a Colômbia. Um país que muita gente só conhece pela mídia e pelo projeto Platónika. Mas esse também é um país que bate a cada duas batidas.

Entrevista

No sofá em Scooter Center | Entrevista - Alex e Maryzabel Vespa Platónika

Vespertine

Apresento-te a Vespertine. Meu primeiro amor, a primeira scooter que comprei e vou guardar para o resto da vida. Depois dela veio “la pelada”, outro PX de 1994. Mas não sou colecionador, então minha ambição é não ter mais. Embora aqui na Alemanha seja muito bom para mim ter algo para pilotar. Então vamos construir o amor platônico agora e ver o que vem com o tempo...